Croácia - Praias, Lagos e Game of Thrones

Vem viajar conosco pra esse lugar incrível

        Quem me conhece sabe que eu tenho uma queda fortíssima por praias e locais mais afastados. A Croácia entrou nessa história quando planejei um mochilão pelos Bálcãs, que começaria pela Eslovênia. Você facilmente pode incluir a Itália nessa brincadeira, e o melhor de tudo para quem não é fã de dirigir assim como eu, esse roteiro pode ser totalmente feito de transporte público, inclusive dentro da Croácia. 

        A Croácia recebe muitos cruzeiros de diversos locais, mas como eu detesto turismo desse tipo, vamos com as dicas para quem quer economizar na trip.

 

        Península da Ístria

        O ponto mais próximo com a Itália, e por este fato ela é incrivelmente parecida com algumas cidades italianas é o estreito de terra conhecido como Ístria. Inclusive a Croácia pertenceu ao Império Romano, e parte do seu mármore é o mesmo que foi utilizado em Veneza. Rovinj é uma das cidades mais visitadas na Ístria, por isso ela tem seus preços mais elevados. De Rovinj é possível fazer bate-volta até Rijeka outra cidade muito charmosa que fica na costa do mar Adriático. Aproveite que o topless é permitido aqui.

        Zadar

        Saindo da península, já na parte continental, a cidade de Zadar é bem diferente. O seu centro é enorme, e quanto mais afastado da região central mais barato é a hospedagem. Vale muito a pena você pesquisar por AirBnB. Fiquei num apartamento lindo de uma croata, o pai dela era muito engraçado e ficou maravilhado por que eu falava algumas frases em alemão. Outra dica, poucas pessoas falam inglês fora dos pontos turísticos, mas sim alemão devido  a fuga de diversas pessoas durante a Segunda Guerra Mundial. O italiano também é muito presente no idioma entre pessoas mais velhas, e claro, o croata.

Old Town Zadar

        Zadar não tem praias muito boas para nadar no seu centro,  não desbravei muito o interior. Porém você pode desfrutar do som das ondas do mar transformadas em música no Órgão de Zadar. É uma instalação artística que através de tubos conectados ao mar, transforma as ondas do mar em música, é lindo. Os ventos são mais fortes em maio até  a metade de junho, e não é tão lotado. Se você der sorte vai pegar alguma apresentação de dança.

        Zadar merece uma caminhada pela orla ao pôr do sol, observando sua arquitetura com muita influência italiana, desde os prédios, arenas e anfiteatros.

        Parque Nacional Lagos de Plitvice

        O Plitvice Lakes fica a quase duas horas de Zadar, você pode comprar a passagem na estação central de Zadar, na hora mesmo, porém recomendo que você compre o ingresso do parque online, pois a fila é enorme dependendo da época. Existem várias trilhas dentro do parque de diferentes dificuldades e durações. Fiz uma de 4 horas aproximadamente, e você caminha por diversos lagos do parque de água cristalina, o ingresso também inclui trajetos de barco, sem motor para não poluir a água absurdamente azul, em alguns trechos. Você pode ficar nos chalés próximos ao parque.

        Split

        Pegue um ônibus até a cidade Split se você gosta de praias lindas e baladinhas. Em Split existem várias festas, se for na época de alta temporada você consegue muitos desconto, inclusive pode ir para luaus gratuitos na praia. Vale você pegar um ferry boat e ir até a ilha de Hvar para um bate-volta.

        Dubrovnik

        Aqui é para quem é fã de Game of Thrones! O turismo na cidade de Dubrovnik, extremo sul da Croácia aumentou em 300% depois de ter sido locação para cenas importantes de Game of Thrones. A cidade é claro não é só isso, mas foi o foco da minha viagem. Tenha em mente que a estação central é muito longe das locações então, já veja onde vai se hospedar e descubra qual linha de ônibus pegar. Se você tiver pouco tempo, pode optar por um tour próprio da série, inclusive o guia vai vestido de Jon Snow. Eu conheci duas moças croatas num dos pontos que eu queria fotografar, e elas acabaram gostando de mim e me mostraram todos os pontos de filmagem. Alguns ficam em ilhas próximas a Dubrovnik e outros são pagos, mas a maioria é de graça! Então Aproveite!



Shame, Shame, Shame

 

        Dicas Úteis:

        Infelizmente se você não fala croata, você vai pagar o dobro do preço em comidas. É meio que um código deles para que os locais não paguem tão caro como os turistas.

        A moeda local é o krone (Kr), na época 7krones = 1Euro

        O transporte publico rodoviário é muito bom, existem muitas linhas, mas esqueça a pontualidade, são normais atrasos de 1h ou mais. Então cuidado ao programar conexões.

        Uma opção é pegar um ônibus até a Bósnia e Herzegovina, mas isso é uma aventura que vou contar em outro post

Pôr do sol em Dubrovnick

 

férias dicas Viagem

Comentários: