Mudanças Próprias da Meia-Idade

Mudanças Próprias da Meia-Idade

'É um tempo de deixar de criar através do útero e passar a criar pelo coração!'

       

 Entre as idades de 40 e 55 anos, surgem as principais mudanças de vida que requerem consideráveis adaptações psicológicas para mudar os papéis representados e a auto imagem. Pode ser um tempo onde temos que lidar com o 'ninho vazio' com a saída de filhos de casa, uma época de desilusão com trabalho, um período em que surge o medo da perda da feminilidade ou da atração física, de desavenças ou separações do companheiro, tempo de aposentadoria sua o do companheiro, chegada de netos ou morte dos pais.

 

 


         É um tempo onde somos convidadas à mudança, a se desvencilhar do passado, mas ele muitos vezes vem acompanhado de um enorme medo, medo do desconhecido, medo da solidão ou de não ser amada.
       

 A menopausa pode ser uma época extremamente positiva, quando a mulher pode incorporar suas experiências passadas à nova vida e, à medida que consegue discernir, pela própria experiência de vida, aquilo que lhe é útil do que não tem utilidade, descobre uma nova força e beleza dentro de si. A menopausa pode ser um tempo de aprofundar a sabedoria e adquirir um sentido mais amplo de propósitos e de satisfação.
         É um tempo de deixar de criar através do útero e passar a criar pelo coração, seja seus projetos, seus sonhos, enfim, colocar seus talentos a disposição do mundo.

 

         A medicina tradicional chinesa tem além da acupuntura, muitos recursos que podem auxiliar neste momento da vida, tanto para sintomas físicos como para a estabilidade emocional.

 

@vidaeequilibrioacupuntura

 

 

micropuntura intervençãopsicopedagógica terapiafamiliar saúde

Comentários: