Outubro Rosa

Outubro Rosa

Como funciona o autoexame? O autoexame é suficiente?

          O mês de outubro é um momento importante para a saúde da mulher, não apenas para conscientização quanto ao rastreamento do câncer de mama, mas também para a orientação dos cuidados com os demais aspectos da saúde física e emocional feminina.

          É recomendado que as consultas com ginecologista comecem ainda no início da puberdade, quando surgem o desenvolvimento das mamas, dos pelos, além da primeira menstruação. A avaliação de rotina deve ser repetida anualmente.  A cada consulta, são abordados tópicos como anticoncepção, doenças sexualmente transmissíveis, vacinas, históricos de doenças, cuidados de higiene, além de alimentação e exercícios físicos, uma vez que os hábitos saudáveis são a forma mais adequada de prevenção para muitas doenças, entre elas câncer de mama e de ovário.

          Nesse acompanhamento também são realizados exames de prevenção e diagnóstico precoce como o citopatológico do colo uterino (preventivo), o qual é idealmente iniciado após o início da atividade sexual, com frequência anual. A avaliação das mamas é realizada através do autoexame e, a cada consulta, o exame clínico feito pelo profissional de saúde. Diante de suspeitas ou após os 40 anos, complementa-se com mamografia e ecografia mamárias, além de outros exames conforme indicação para cada paciente.

          Importante salientar, ainda mais nesse momento,  a correta realização do autoexame das mamas. É uma forma para auxiliar na identificação de nódulos de mama, mas não pode ser considerado o único método de avaliação. Diante de dúvidas, sempre procurar um profissional de saúde capacitado.

          Para fazer o auto exame a mulher deve, primeiramente, ficar de pé, em frente ao espelho, para observar o mamilo, a superfície e o contorno dos seios. Em seguida, deve levantar os braços. Ao fazer o movimento, prestar atenção se aparecem alterações no contorno e superfícies da mama. O terceiro passo é apalpar a região. A mão direita deve apalpar a mama esquerda e vice-versa. A mulher deve fazer movimentos circulares suaves, apertando levemente com as pontas dos dedos.  Prestar atenção também, as axilas e aos mamilos.

          A saúde e bem estar das mulheres dependem de um adequado acompanhamento ginecológico e da disseminação de informações sobre a prevenção e o rastreamento de doenças frequentes e impactantes na vida das mulheres.

Conheça mais sobre a Dra Jéssica Betti aqui ou no Instagram aqui

gravidez saúde

Comentários: