Próteses Dentárias - Você sabe quais são os tipos existentes e em quais casos elas são utilizadas?

Próteses Dentárias - Você sabe quais são os tipos existentes e em quais casos elas são utilizadas?

A cirurgiã dentista Mariana Nardi explica quais são os tipos de próteses dentárias existentes e os usos mais indicados de cada uma delas.

Os dentes desempenham funções essenciais para o bom funcionamento do corpo. Eles são importantes para a mastigação, fala, respiração e estética do rosto. As próteses dentárias são soluções feitas na medida para aquelas pessoas que tiveram algum problema e precisam repor algum dente  que foi extraído, ausências, fraturas ou para pacientes que queiram melhorar a estética de seu sorriso como forma e cor. 


Foto: Freepik

Conheça os tipos de próteses e os usos mais indicados de cada uma:

  • Facetas: são laminados de cerâmicas realizadas indiretamente no laboratório dentário. É indicada para pacientes que desejam melhorar forma ou colocação dos dentes, podendo ser uma maneira de corrigir pequenas imperfeições. Sempre lembrando que faceta também requer desgaste dos elementos.

                                                       
                                                                                                                                                        Foto: Freepik

  • Prótese parcial fixa: é indicada normalmente para pacientes que perderam um número pequeno de dentes naturais e que apresentam pelo menos dois elementos dentários que possam ser utilizados como suporte (um posterior e um anterios).

Temos ainda prótese fixa de elementos unitários quando houve fratura, restaurações extensas usamos a raiz do dente como suporte, uma opção de mantermos o elemento dentário. Qualquer uma das próteses precisamos ter o canal do dente tratado, pois o preparo é invasivo, podendo ter dor se o elemento estiver vital.

  • Prótese sobre implante: o implante é instalado diretamente no osso, funcionam como substitutos das raizes naturais. A colocação é feita em duas fases, a primeira é realizada a cirurgia colocacao do implante e a segunda fase chamada de etapa protética. Podendo ser unitárias (perda de um elemento), protocolo (prótese total fixa suportada pelos implantes).

Sendo indicada para os casos que o paciente faz uso de prótese total convencial, casos que não conseguimos realizar Prótese fixa sobre dente.

  • Prótese total: a prótese total removível é indicada para casos em que houve perda de todos os dentes naturais.

A prótese será apoiada sobre a mucosa, ou seja, gengiva. O que facilita a retirada e colocação da boca, sua estabilidade está relacionada a quantidade de osso remanescente.

  • Prótese parcial removível: este tipo de prótese pode ser indicada para individuos que possuem ausência de alguns elementos dentários. Sendo que a saúde dos dentes precisa ser levada em consideração, pois eles servirão de apoio para a estrutura.

 
Foto: Freepik

Para qualquer tipo de tratamento para a colocação de uma prótese dentária deve ser feito sob orientação de um cirurgião-dentista. A avaliação do profissional conseguirá definir qual prótese deverá ser adotada, para que tanto os resultados estéticos quanto os ganhos na saúde bucal sejam efetivos. Independente da prótese o paciente tem que se comprometer com a higiene e as revisões em um profissional. 

 

 Conheça mais sobre o trabalho da cirurgiã-dentista Mariana Nardi 

serragaucha prótesesdentárias dentes prótesesfixas facetas sorriso saúdebucal dentista farroupilha prótesesremovíveis

Comentários: